segunda-feira, 6 de março de 2017

Pit Bulls, os verdadeiros cães babás.

   Nos dias atuais os Pit Bulls são muitas vezes associados a ferocidade, agressividade. Em algumas regiões foram até mesmo condenados a extinção,
   Mas acredite, antigamente o Pit Bull era conhecido como o "cão babá", e ele não ganhou essa reputação a toa.



   A partir do século 19 foram feitos vários testes de confiança e paciência, entre eles o de ser pisado no rabo, ter o dedo colocado nos olhos e outros testes similares com o objetivo de irritar o cão, e o Pit Bull ficou em segundo lugar, atrás apenas do Golden Retriever.


   Por isso, mesmo numa época em que as fotografias não eram muito comuns, existe uma abundância de fotos de crianças ao lado de um pit bull. Ele era um cão comum de se ver em casas de ricos e pobres. Curiosamente no quesito cão de guarda não era um cão muito indicado, porque facilmente criava amizade com as pessoas.


   Podemos deduzir que, a atual agressividade aparente do pit bull não era algo inerente a sua natureza e sim estimulado pelo tipo de criação que recebem. Se não tiverem sua agressividade atiçada se tornam doces cães de companhia, confiáveis até mesmo para tomar conta de nossas crianças.

                                                  

   Você já conhecia essa reputação do pit bull? Diga o que acha disso.

sábado, 28 de janeiro de 2017

Greyhound - Imbatível na corrida.

   Em matéria de velocidade canina o Greyhound, também conhecido como Galgo Inglês, é imbatível entre os cães. Sua média de velocidade segundo registros fica em torno de 70 km/h.


   Acredita-se que ele é um descendente de uma das mais antigas raças de cães que existe, o Pharaoh Hound
   Houve uma época na Inglaterra em que era permitido que apenas os nobres pudessem possuir essa raça, pois devido a sua velocidade eram utilizados como cães de caça. São belíssimos cães de companhia. São sensatos, discretos e tranquilos, em especial muito afetuosos com os donos. Por outro lado são indiferentes com estranhos.


   Caso decida ter um deve lembrar-se de que são cães rápidos e gostam de correr, por isso é necessário que haja espaço para que ele se  exercite. Um quintal seria ideal, mas se você não tiver um espaço assim procure sair com ele para ambientes adequados.


   É muito triste saber que muitos exemplares são criados apenas para a indústria da corrida, e quando já não conseguem mais ser tão velozes, pelo peso da idade ou alguma enfermidade são sacrificados.
   
  

   Quando você encontrar um Greyhound na sua frente o admire bastante pois você está presenciando uma criatura incrível, o rei da velocidade canina.

domingo, 15 de janeiro de 2017

Border Collie - O número um em inteligência.

   Você já o deve ter visto fazendo propagandas na televisão. Eles são muito requisitados para encenar papeis porque os especialistas indicam o Border Collie, cão de origem escocesa, como sendo a raça canina mais inteligente do mundo. Eles aprendem truques rápido quando treinados, tendo uma taxa de absorção de aprendizado mais acelerada do que outros cães.



   Sua fama como o cão mais inteligente do mundo é também uma fonte de problema para ele. Muitos resolvem adquirir um cachorro dessa raça para poder se gabar, como sendo o feliz dono de um companheiro com essa fama. Contudo desconhecem as reais características do animal.
   O Border Collie é um cão de pastoreio por excelência. Por isso não deve ser criado preso, ou em espaços pequenos, uma vez que ele precisa de muito espaço para correr, se exercitar. É um cão muito ativo e brincalhão. 


   O resultado de um bichinho criado de modo contrário a sua natureza é o desequilíbrio emocional. Não compreendendo as necessidades do animal alguns donos terminam por abandona-lo.
   Certo casal criava um Border Collie, e a certa altura, por morarem em apartamento, mantinham as janelas fechadas, pois tinham medo de que o animal se jogasse da janela, do décimo sétimo andar.
Chamando um especialista, receberam a informação de que o cachorro saia na varanda e corria de um lado para outro porque imaginava que os carros que passavam era o seu rebanho.

Border Collie precisa de espaço.
   
   Esses cães são realmente muito bonitos e atraentes, mas se você não tem tempo para sair com ele todos os dias, não gosta de passar tempo brincando com seu cão, então ele não é o tipo ideal para você.
   Deixá-lo de lado, longe do movimento da família, é fatal para seu bom comportamento e faz dele um cão triste e solitário. O Border Collie se dá bem com crianças, outros animais e todos a sua volta. Como todo cão de pastoreio, ele precisa de companhia para desempenhar seu papel, e por isso é tão amável e apegado às pessoas a sua volta. Não tolera a solidão e nem a falta de espaço, sendo um péssimo candidato para morar em apartamento.
   Portanto, se decidir adquirir um, cuide dele direitinho. 

domingo, 8 de janeiro de 2017

Cão Herói - Dayko, o cão socorrista.

   Em 16 de abril de 2016 ocorreu um terremoto no Equador de escala 7,6 causando mais de 600 mortos e 16 mil feridos. Equipes de socorros entraram em ação para tentar salvar os sobreviventes, e entre elas estava Dayko, um cão labrador treinado para salvar pessoas com mais de três anos de experiência.


   No meio daquela situação caótica Dayko, fazendo uso de toda a sua experiência, começou a se empenhar com o objetivo de descobrir debaixo dos escombros pessoas com vida, para que pudessem ser resgatadas.
   Ele entrava e saia de debaixo de estruturas buscando soterrados incansavelmente.


   Graças a seus esforços 7 pessoas foram achadas ainda com vida e conseguiram ser salvas após estarem soterradas.
   Mas diante de todo o seu empenho para salvar essas pessoas, Dayko, com apenas quatro anos, não resistiu a tantos esforços. Devido a fadiga, extrema desidratação e ferimentos dos escombros, ele sofreu um enfarto do miocárdio.


   Prontamente a equipe tentou reanimar o cão herói, usando todas as táticas possíveis. mas ele não resistiu e morreu, deixando um grande vazio para os membros da corporação, principalmente para seu companheiro e guia, Alex Yela que disse: 
   -Quando Dayko chegou, todos se encantaram com seu olhar terno e comportamento muito dócil e amigável, que o permitiu participar de vários treinamentos e conseguir certificações superiores. Nosso amigo de quatro patas deu a sua vida no cumprimento do dever. Obrigado, Dayko por sua missão heroica em Pederneiras e por toda a sua ajuda em outras emergências.


   O corpo de bombeiros fez uma bela homenagem a Dayko no seu perfil no Facebook com a seguinte mensagem:

"Lamentamos informar que hoje o [corpo de bombeiros] está de luto porque acabamos de perder Dayko, que participou do trabalho de buscas em Pederneiras".

"Este amigo de quatro patas deu a sua vida na linha de dever. Obrigado Dayko por seus esforços heróicos em Pederneiras e em várias emergências onde você estava presente.

"Você manteve alto o nome da unidade K9."

   Que esse belo exemplo de Dayko possa nos fazer valorizar esses seres vivos que tem o dom de serem nossos amigos.
   

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Shih Tzu - O cão leão.

 
   Esse cãozinho peludo, o Shih Tzu ( cão leão em chinês), se tornou uma raça muito querida no Brasil, estando hoje no Top 10. Ele é originário do Tibete, onde era considerado um cão sagrado.


   Do Tibete foi fazer sucesso na China, pois no século 18, foram dados de presente ao imperador da China pelo Dalai Lama. Por algum tempo esses cães foram intimamente ligados a duas outras raças populares na China, o Pequinês e o Lhasa Apso. Mas com o tempo foram se distinguindo de modo a terem características claras que os diferenciam. 


   São cães que apresentam grande variedade de cores, podendo ser pretos, vermelhos, dourados, tigrados, cinzas ou com três cores. São de pequeno porte, podendo ser criados em espaço menores, sendo ótimos para apartamentos. Sendo bastante sociáveis, se dão muito bem com outros animais, inclusive gatos. Não são cães que latem facilmente, ou seja, não são barulhentos.

 

   Por serem cães braquicefálicos (de focinho curto) tendem a ter problemas respiratórios com mais facilidade do que outras raças, que possuem focinhos longos.
   Basicamente hoje existem duas variedades de Shih Tzu. Os de característica européia de pernas mais curtas e os de característica americana, com pernas mais longas.
   Você já conhecia essa raça? Já teve a experiência de conviver com um deles?